24 de maio de 2017

A propósito da curiosidade

“A curiosidade é um vício que foi sendo, sucessivamente, estigmatizado pelo cristianismo, pela filosofia e mesmo por certa concepção da ciência. Curiosidade, futilidade. Contudo, a palavra me agrada, ela me sugere uma outra coisa: ela evoca a ‘inquietação’, o cuidado que temos com o que existe e poderia existir, um sentido agudo do real, mas que jamais se imobiliza diante dele, uma perspicácia por achar estranho e singular o que nos rodeia, certa obstinação por abrir mão do que é familiar e por olhar as mesmas coisas de outra maneira, um ardor por apreender o que se passa e o que passa, uma desenvoltura em relação às hierarquias tradicionais entre o importante e o essencial.”

Michel Foucault
Fonte: BN

14 de maio de 2017

Amo tanto! Um monte assim, ó!